Setembro Amarelo: porque falar é a melhor solução


Data: 05/09/2018

Setembro Amarelo: porque falar  a melhor soluo

Setembro Amarelo é a campanha de prevenção ao suicídio e o principal foco é falar abertamente sobre o assunto

A campanha Setembro Amarelo surgiu em 2015, por meio do Centro de Valorização da Vida, e seu objetivo é esclarecer dúvidas e conversar sobre suicídio. A maioria dos casos de suicídio são causados por doenças mentais que não são tratadas, pois diante de diversos transtornos, a pessoa sequer imagina que necessita de tratamento.

Os dados alarmantes contribuem para que o suicídio seja um problema de saúde pública. São 32 brasileiros que cometem suicídio por dia e este número ultrapassa a taxa de vítimas da AIDS e dos casos de câncer.

Mesmo com esse número exorbitante, o assunto ainda é tratado como tabu, pois existe o receio que o número aumente caso seja comentado pela mídia. Porém, essa medida é prejudicial à população, pois quanto mais o assunto for disseminado, mais pessoas que passam por este doloroso processo podem se identificar e pedir ajuda, bem como parentes e amigos também ficariam em alerta.

Casos semelhantes ocorreram há três décadas, quando a AIDS e as DSTs eram tratadas como tabus e número de pessoas infectadas crescia a cada dia. Nesta época, o tabu foi quebrado por pessoas empenhadas em disseminar informações em conjunto com organizações que se comprometeram com o cenário. A onda de conscientização e prevenção começou a se formar e persiste até hoje, com resultados positivos.

Devido a este cenário, o CVV – Centro de Valorização à Vida, entidade sem fins lucrativos que trata de assuntos relacionados ao suicídio desde 1962, retoma há dois anos a quebra desse tabu, com a campanha Setembro Amarelo.

Dia 10 de setembro é celebrado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio e por este motivo a campanha é disseminada com maior força nesse mês. Laços e a cor amarela são intensificados em todos os lugares para reforçar a campanha e lembrar que é necessário conversar sobre suicídio.

Quer saber como fazer parte desta campanha? Seguem algumas dicas:
• Publique a campanha em redes sociais ou em sua página pessoal.
• Dissemine cartazes e demais materiais que possuam informações abertas sobre o suicídio em fachadas de prédios.
• Ilumine seu prédio com a cor amarela e coloque laços amarelos em janelas e sacadas.
• Veicule a cartilha com laços amarelos para colocar no pulso ou como broches e ajude a fortificar a campanha.
• Divulgue banners da campanha em sites institucionais com o link para o site da campanha (www.setembroamarelo.org.br).
• Confeccione marcadores de páginas, faixas, adesivos, camisetas, folders e distribua em escolas e outras instituições.

O material está disponível para download no neste link. Caso necessite de outros materiais ou arquivos abertos em psd, entre em contato.

Quer ver suas ações no Facebook oficial da página Setembro Amarelo? Envie suas fotos para a rede: www.facebook.com/setembroamarelo.

Se você se identificou com o assunto da nossa matéria, ou conhece alguém que está passando por este problema, acesse:www.cvv.org.bre saiba quais são as formas de atendimento.

Setembro Amarelo: abra os olhos e fale abertamente sobre suicídio.
A Unimed apoia esta iniciativa.

fonte: www.setembroamarelo.org.br




Home
Notícias