Vendas: (16) 3605 5599     SAC: 0800 885 7600
Rua Lafaiete, 766              Atendimento via WhatsApp

Dezembro Vermelho: mês de combate à AIDS e às IST.


Data: 04/12/2019

Dezembro Vermelho: ms de combate  AIDS e s IST.

A prevenção e o apoio às pessoas portadoras da doença são indispensáveis.

A AIDS é uma doença infectocontagiosa que afeta o sistema imunológico e enfraquece as defesas naturais do corpo, favorecendo o aparecimento de doenças oportunistas. Muitas vezes, o paciente contrai uma gripe ou pneumonia e vem a óbito devido ao organismo não reagir aos tratamentos no combate ao vírus, por exemplo.

O Dezembro Vermelho representa a luta contra a AIDS e a conscientização da população sobre a doença, ajudando a reduzir o preconceito aos portadores do vírus HIV. Essa mobilização permitiu mais acesso à informação, contribuindo positivamente para a prevenção. 

O laço vermelho, símbolo criado em 1991 por um grupo de artistas em Nova Iorque, presta uma homenagem a amigos e familiares vítimas da doença.  Apesar das campanhas realizadas anualmente, o número de casos de AIDS, HIV e IST no país tem voltado a subir, enquanto em outros países este índice tem diminuído. 

Conheça as principais formas de transmissão da AIDS:

- Sexo sem camisinha por vias vaginal, anal ou oral;
- De mãe infectada para o filho durante a gestação, o parto ou a amamentação;
- Uso da mesma seringa ou agulha contaminada por mais de uma pessoa;
- Transfusão de sangue contaminado com o HIV;
- Instrumentos que furam ou cortam, que não sejam esterilizados.

Há grupos na sociedade que ainda acredita que a AIDS seja uma doença controlada, mas os dados mais recentes apontam que a população não tem se protegido como deveria. Embora os tratamentos tenham evoluído bastante nas últimas décadas, a doença ainda não tem cura.

Saiba quais são os grupos de risco:

- Gays;
- Pessoas trans;
- Pessoas que usam álcool e outras drogas;
- Pessoas privadas de liberdade;
- Trabalhadoras do sexo.

No final de 1995, o coquetel de medicamentos trouxe esperança a milhares de portadores do HIV. Diferentes drogas, entre elas o AZT, mudou por completo o panorama do tratamento da AIDS, que deixou de ser uma condenação à morte para transformar-se em doença crônica passível de controle.

Os sintomas mais comuns provocados pela doença são:

- Febre constante;
- Manchas na pele;
- Calafrios;
- Diarreia constante;
- Perda de peso.

Existem exames oferecidos gratuitamente pelo Ministério da Saúde para detectar a presença do vírus HIV no organismo, sendo o teste Elisa um dos mais populares. Mas, em casos de dúvidas, é feito o Western blot, o exame mais seguro para comprovação da doença. Ambos são eficazes, mas é preciso aguardar de 30 a 90 dias para realizá-los.

A Unimed apoia o Dezembro Vermelho e reforça que a prevenção é a maior aliada no combate à doença. Para mais informações sobre AIDS, HIV e IST, consulte o site do Ministério da Saúde.




Home
Notícias
mapa do site da
unimed ribeirão preto